Próximo dispositivo Shield da Nvidia é um console Android

A Nvidia realizou uma conferência de imprensa no GDC nesta terça-feira para anunciar o “primeiro console TV Android do mundo”. Não, não é o Nvidia Shield de 2013 e nem é o Shield Tablet de 2014. O novo Shield possui um hardware mais simples feito para a sala de estar, em vez de ser um portátil como os dois últimos dispositivos da empresa. Ele também conta com sua mais  GPU móvel, o Tegra X1, que utiliza a mesma arquitetura de GPU Maxwell presente nas recentes placas gráficas da Nvidia.

Informou os principais recursos, sendo: Reproduzir conteúdo 4K. Aguenta rodar alguns jogos mais pesados da geração Xbox 360 / Playstation 3, como Doom 3: BFG Edition, Crysis 3, e Borderlands:. O Pré Sequel (que rodou com a média de 20 quadros por segundo em uma demonstração no palco, porém ele ainda está inacabado).

Hardware: O Shield vem com 3GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno, e uma enorme opção de conectividade: Gigabit Ethernet, Wi-Fi 802.11ac, HDMI 2.0 e USB 3.0.

A empresa diz que mais de 50 jogos “otimizados para Shield” estarão disponíveis para a plataforma de lançamento em maio. Lembre-se, esses são jogos para Android, e por enquanto jogos AAA serão raros.

Para puxar a maioria dos grandes jogos para o Shield, a Nvidia pretende expandir seu programa GRID em um serviço de assinatura disponível ao público. GRID é um serviço de streaming que utiliza servidores cheios de GPUs Nvidia para codificar os dados dos jogos como um fluxo de vídeo e enviá-lo para sua casa através da Internet, de modo que você possa jogar um game pesado em seu hardware limitado. O CEO Jen-Hsun Huang disse que a empresa vem trabalhando há anos para diminuir a latência no sistema de jogos em nuvem.

GRID terá modelos gratuitos e pagos de assinatura, porém nada foi dito sobre os valores. Assinantes pagos serão capazes de transmitir os jogos em 1080p@60 fps. Também terão descontos na compra de títulos novos.

A idéia de um console Android e uma solução para rodar os jogos em nuvem soa familiar não é mesmo?

Isso é porque vimos essas mesmas idéias jogadas fora com o Ouya e OnLive, embora nenhum dos dois possuíam o capital da Nvidia ou a mesma engenharia. Adoramos quando Nvidia coloca todo o seu poder por trás do desenvolvimento de um novo hardware para empurrar a tecnologia de jogos para a frente, mas não há muita coisa aqui que você não possa fazer com seu PC, que já faz a pelo menos 5 anos.

O sistema Shield será lançado em maio, com apenas 1 controle e valor sugerido de US $ 200. Será vendido a parte um controle remoto que aceitará comandos de voz do Google e um suporte de alumínio para deixar o aparelho na vertical.